Pesquisar neste blogue

domingo, 22 de maio de 2011

E se acontecer outro sismo?


Por Carolina Santos

Apesar de os edifícios da “Baixa Lisboeta” terem sido os primeiros a nível mundial a serem construídos com protecção anti-sísmica, será que estamos completamente a salvo de quaisquer tipos de consequências das catástrofes naturais? Parece-me óbvio que não.
Vários especialistas em sismos já vieram dizer que se ocorrer outro terramoto idêntico ao de 1755 estima-se que morram mais de 30 000 pessoas. É um número demasiado assustador a meu ver. Vários edifícios, como os hospitais, não estão preparados para suportar um abalo da terra. E mais! Estes mesmos especialistas afirmam que Portugal pode sofrer a qualquer momento um terramoto e um tsunami, como aconteceu recentemente no Japão.
É que, por aquilo que eu entendo, o que está em jogo não são só vidas humanas e bens materiais. Um sismo traz, com certeza, graves consequências para a economia do país.
E como se ainda bastasse, em Julho de 2010 todos os partidos disseram “sim” a um plano nacional que melhorasse as condições de todas as infra-estruturas, como as escolas e os hospitais. Quase um ano depois nada foi feito. Devem estar à espera que lhes caia uma parede em cima!
Perder (de novo) a zona da baixa seria como perder o coração de Portugal.

Sem comentários:

Enviar um comentário