Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Ruas, Monumentos e Sentimentos


Por Carolina Santos

Rua Augusta, Terreiro de Paço, Ruínas do Convento do Carmo ou simplesmente o Largo do Chiado são alguns exemplos de zonas muito populares na Baixa de Lisboa.
Ao sair do metro da Baixa-Chiado deparamo-nos de imediato com uma imensa agitação e uma arquitectura deliciosa, típica da zona central da Grande Lisboa. Ao avistar a famosa pastelaria A Brasileira, podemos ver desde logo a estátua de Fernando Pessoa. Damos por nós a pensar que, exactamente naquele sitio onde nos encontramos em pleno século XXI, já ali estiveram em séculos anteriores grandes nomes que adoçam e enriquecem a história de Portugal.
Descendo até ao Terreiro de Paço temos o grande privilégio de avistar o majestoso Arco Triunfal da Rua Augusta. É impossível não ficarmos boquiabertos com tanta imponência! Uma interrogação surge quase certamente nas nossas cabeças: como é que em 1775, ano em que começou a ser construída a primeira versão, existiam técnicas de construção que permitissem que tal fosse possível de elaborar? É, sem dúvida, um emblema da cidade ribeirinha, servindo assim como porta de entrada para o mundo lisboeta.
As ruas de Lisboa estão carregadas de lembranças dos nossos antepassados, um passado que é comum e que pertence a todos nós. Os pólos que aqui foram descritos são apenas alguns exemplos de tudo aquilo que pode ser visto nesta magnífica cidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário